15 Mantras diários DE CHIMAMANDA

No livro Para educar crianças feministas que é a versão de uma carta escrita por Chimamanda para uma amiga, você encontra suas sugestões com alguns pontos para criar sua filha. Meu encanto, ao ler o livro, foi muito grande e como se estivesse falando com minhas filhas, decidi reunir algumas passagens que mais tarde, elas poderão recitar diariamente. Fazendo isso, tenho certeza que você terá mais segurança, irá ampliar sua autoestima e terá dias mais felizes, seguem:

MANTRA 1 – (…) seja boa com você mesma. Peça ajuda. Espere ajuda. Isso de Supermulher não existe. Criar os filhos é questão de prática – e de amor. (…) permita-se falhar. p.20

MANTRA 2 – Façam juntos. Lembra que aprendemos no primário que verbos são palavras “de ação”? Bom, pai é verbo tanto quanto mãe. p.18 15 mantras diários de chimamanda

MANTRA 3 – Ensine a ela que ‘papéis de gênero’ são totalmente absurdos. Nunca lhe diga para fazer ou deixar de fazer alguma coisa ‘porque você é menina’. p. 21 15 mantras diários de chimamanda

MANTRA 4 – Ou você acredita na plena igualdade entre homens e mulheres, ou não. (…) A base para o bem-estar de uma mulher não pode se resumir à condescendência masculina. p. 29

MANTRA 5 – Ensine a uma menina o gosto pelos livros. A melhor maneira é pelo exemplo informal. Se ela vê você lendo, vai entender que a leitura tem valor. p. 34

MANTRA 6 -A linguagem é o repositório de nossos preconceitos, de nossas crenças, de nossos pressupostos. Mas, para lhe ensinar isso, você terá de questionar sua própria linguagem. p. 35

MANTRA 7 – Não fale de casamento como uma realização. Um casamento pode ser feliz ou infeliz, mas não é realização. p.40 15 mantras diários de chimamanda

MANTRA 8 – Não se preocupe em agradar. A questão não é se fazer agradável, a questão é ser você mesma, em sua plena personalidade, honesta e consciente da igualdade humana das outras pessoas. p.48

MANTRA 9 – Sinta orgulho da história dos africanos e da diáspora negra. Encontre heróis e heroínas negras na história. Existem. p.29

MANTRA 10 – Pratique esportes. Seja ativa. (…) estudos mostram que as meninas geralmente param de praticar esportes ao chegar à puberdade. Não surpreende. O desenvolvimento dos seios e a percepção de si mesmas podem atrapalhar a prática de esportes(…). p.54/55

MANTRA 11 – Questione o uso seletivo da biologia como ‘razão’ para normas sociais(…). p.61

MANTRA 12 – Converse sobre sexo com sua  filha. É necessário p. 35

MANTRA 13 – O amor é a coisa mais importante na vida (e deve ser recíproco). p.35

MANTRA 14 – Não converta os oprimidos em santos. A santidade não é pré-requisito da dignidade. Pessoas que são más e desonestas continuam seres humanos e continuam a merecer dignidade. p.74

MANTRA 15 – Nunca universalize seus critérios ou experiências pessoais. (…) seus critérios valem apenas para você e não para as outras pessoas. Esta é a única forma necessária de humildade: a percepção de que a diferença é normal. p. 77

Se quiser comprar Para educar crianças feministas e/ou outros títulos de Chimamanda Ngozi clique aqui.

Para receber notícias sobre novidades da InaLivros faça seu cadastro clicando na imagem abaixo:

 

Veja Também:

Compartilhe

mm

About the author

Léo O'Bento é educador, produtor cultural e ultimamente tem a estranha mania de transformar sonhos em realidades.