Category Archives: Dicas de Livros

11 Livros de Contos Negros – InaLivros Listas

CAPA - 11 livros de contos negros

Dessa vez elaboramos uma lista quentíssima com 11 livros de contos negros que você precisa conhecer. São livros com protagonismo negro na escrita e nos personagens (todos trazem as vivências de pessoas negras em destaque). Você irá se encantar, se identificar e conhecer mais sobre o cotidiano da população negra retratado literariamente sem estereótipos ou inferiorizações.

Confira a lista:

1) OLHOS D’ÁGUA

contos negros - olhos d'água

 O olho cheio de água que compõe a capa dessa obra não anuncia o soco, o pontapé e aquela cusparada na cara que está por vir. Os textos reunidos nessa obra, outrora publicados nos Cadernos Negros, machucam e maltratam. Todavia, apresentam de forma elegante e necessária, as mazelas que muitos fingem não ver. Se assustou com a apresentação? Não se intimide, Conceição é uma autora que precisa ser lida e entendida. Vamos lá, coragem!

conceição evaristo

Sobre a autora: Conceição Evaristo é mestra em Literatura Brasileira pela PUC-Rio, e doutora em Literatura Comparada pela Universidade Federal Fluminense. Professora, pesquisadora e referência em literatura negra brasileira. Seus livros já foram premiados e  traduzidos para diversas línguas.

Onde encontrar: InaLivros

 

2) O TAPETE VOADOR

contos negros - o tapete voador

 O Tapete Voador, título que também nomeia um dos instigantes contos de Cristiane Sobral, apresenta as inquietações e a aceitação de normas impostas historicamente à negras e negros no Brasil, mas que pode ser ampliado para todos que sofreram o processo diaspórico nas américas. A negação de sua identidade e a do grupo ao qual pertence para ascender socialmente, ainda é uma tônica em determinados meios. Em contrapartida, essa visão vem se alterando de forma cada vez mais rápida na sociedade brasileira. E essas mudanças estão de acordo com a valorização da identidade negra e suas vivências que estão retratadas no cotidiano em que se inserem os textos desse livro, bem como as críticas direcionadas àqueles que não satisfeitos em serem estigmatizados, resolvem também colocar em prática o mito do homem negro sensual e procriador.

cristiane sobral

Sobre a autora: Cristiane Sobral é atriz, escritora e poeta. Estudou teatro no SESC do Rio de Janeiro, em 1989. Estreou na literatura em 2000, publicando textos nos Cadernos Negros. Foi crítica teatral da revista Tablado, de Brasília. Fez mestrado em Artes e pós-graduação em Educação com ênfase no ensino de Artes. Trabalhou como Assessora de Cultura da Embaixada de Angola no Brasil.

Onde encontrar: InaLivros

 

3) MULHER MAT(R)IZ

contos negros - mulher matriz

 A obra Mulher Matriz reúne contos escritos e publicados ao longo dos mais de 20 anos que a autora tem dedicados a literatura negra. Miram Aves deu espaço em seus textos às mulheres negras em sua diversidade, expressando relações de amor, vivências, afetividades e muitas paixões femininas.

mirian alves

Sobre a autora: Miriam Alves é escritora e poeta com uma longa trajetória literária. Participa frequentemente de debates e palestras em universidades nacionais e estrangeiras com temas vinculados às questões da literatura negra com ênfase especial a  literatura negra feminina.

 

 

4) SÓ AS MULHERES SANGRAM

contos negros - só as mulheres sangram

Só as Mulheres Sangram nos apresenta os dilemas de um cotidiano negro urbano e rural, onde as principais vivências retratam a mulher negra em diversos espaços geográficos, tais como as ruas, interior, presídios, morros e favelas. Mais um livro de contos negros focado na vivência feminina negra em sua multiplicidade.

lia vieira

Sobre a autora: Lia Vieira é escritora e doutora em educação, com longa trajetória literária. Possui outras obras publicadas, assim como textos, tanto em livros individuais, como em coletâneas como os Cadernos Negros.

 

 

5) CASA DE PORTUGAL

contos negros - casa de portugal

Em sua estreia com os contos reunidos em um livro autoral, o autor já calejado em publicar seus textos nas coletâneas dos Cadernos Negros nos traz aquelas lembranças gostosas que as reuniões de famílias pretas enormes nos proporcionam.  São contos que remetem àquele papo furado do ponto de ônibus, e o que falar daquela partida de futebol no campinho da esquina onde temos de um lado o time dos casados e do outro o dos solteiros? Casa de Portugal é um prato cheio de afetos e contradições, por isso não poderia faltar nesse seleção de livros de contos negros.

SERGIO ballouk

Sobre a autor: Sergio Ballouk é formado em Publicidade e Propaganda pela Cásper Líbero, fez Pós-graduação em Gestão Pública pela Universidade Mogi das Cruzes e participou do curso de Criação Literária – Museu Lasar Segall.

 

Onde encontrar: InaLivros

6) CONTOS ESCOLHIDOS

contos negros - contos escolhidos

Temas como amor, ódio, amizade, indiferença e tantos outros alimentam os contos aqui publicados. O autor demonstra as formas como o racismo, seja ele dissimulado ou não, atravessam as situações vivenciadas por seus personagens. O leitor encontra um acúmulo de retratos bem elaborados das desvirtudes que acometem milhões de brasileiros. O livro trás uma seleção de contos escolhidos dentre a sua ampla produção literária e recomendamos como uma forma de conhecer um pouco da obra em prosa do autor.

 

CUTI

Sobre a autor: Cuti formou-se em Letras (Português-Francês) na Universidade de São Paulo, em 1980. Mestre em Teoria da Literatura e Doutor em Literatura Brasileira pelo Instituto de Estudos da Linguagem – Unicamp (1999-2005). Foi um dos fundadores e membro do Quilombhoje-Literatura, de 1983 a 1994, e um dos criadores e mantenedores da série Cadernos Negros, de 1978 a 1993.

 

Onde encontrar: InaLivros

 

 7) O REGRESSO DO MORTO

contos negros - O regresso do morto

A primeira edição de ” O regresso do Morto” foi publicada em 1989, chegou nesses lados de cá da “Calunga Grande”, em 2016. O único autor estrangeiro nessa seleção, Suleiman aborda em seus contos o cotidiano de pessoas pobres das cidades, dos campos e de mineiros que fazem longas viagens para tirar seu pouco sustento e que alimentam diversas fantasias. A dor e a resistência também têm lugar em seus textos ao abordar a violência que é sobreviver em condições subumanas. Pra quem tem interesse em conhecer um pouco sobre a literatura africana, especificamente a moçambicana, indicamos esses contos negros.

SULEIMAN

Sobre a autor: Suleiman Cassamo é de Moçambique. Escritor e professor, tem licenciatura em Engenharia Mecânica e é membro da Associação de Escritores Moçambicanos.

 

Onde encontrar: InaLivros

8) REZA DE MÃE

contos negros - Reza de mãe

Mais uma vez o Allan da Rosa nos surpreende com a sintaxe repleta de originalidades. Suas personagens vivenciam realidades periféricas encontradas facilmente na cidade de São Paulo, mas que poderiam refletir qualquer  periferia das capitais brasileiras, sem perder o valor que compõe cada texto. Valor esse que traz o cotidiano das ruas, quintais, becos, vielas, campos de várzea e outros espaços comuns à população negra.

ALLAN.1

Sobre a autor: Allan da Rosa é formado em História e tem mestrado em Cultura e Educação. Autor, entre outros, de A Calimba e a Flauta – Versos Úmidos e Tesos (livro-CD de poesia erótica, com Priscila Preta, 2002), Pedagoginga, Autonomia e Mocambagem (Ensaio sobre Cultura Negra e Educação Popular, 2013) e Mukondo Lírico (livro-CD, com Giovanni Di Ganzá, 2014).

Onde encontrar: InaLivros

 

9) CIRCO DE PULGAS

contos negros - Circo de Pulgas

Circo de Pulgas nos aproxima tanto do Rio de Janeiro ao nos apresentar os Aruandas, Toquinha, Sete, Pincel, Elvis, personagens que ora estão na Lapa, Pedra do Sal, Senador Camará e outros cantos da cidade. O livro nos faz ter sensações tão diversas que podem ir desde a risada desmesurada quando Bento dá uma volta no editor e publica o ‘Mundo Bizarro de Beato Salu’, até a emoção de presenciar Zé Menino tocando bandolim no velório de Dona Menininha. Um livro de contos negros repleto de personagens marcantes, que ganham vida na narrativa leve e descontraída de Manto Costa.

MANTO

Sobre a autor: Manto Costa é jornalista, historiador e escritor. Iniciou a carreira literária publicando um romance logo de cara, Meu Caro Júlio. Depois participou da antologia Terra de Palavras e sua obra mais recente foi Circo de Pulgas.

Onde encontrar: InaLivros

10) O CARRO DO ÊXITO

contos negros - O carro do êxito

Essa é uma edição revisada do livro que marcou a estreia de Oswaldo de Camargo nos contos, em 1972. Detentor de uma técnica refinada traz em um de seus contos, Maralinga, a ingenuidade do menino pequeninho que é deixado pelo pai, recém-viúvo, na casa de um doutor que irá cuidar para que “se torne alguém na vida”. Não poderia faltar nesse seleção de contos negros uma obra de Oswaldo de Camargo, um dos principais e mais longevos  escritores negros brasileiros.

osawaldo

 

Sobre o autor: Oswaldo de Camargo é jornalista, poeta, contista, novelista e músico. Foi um dos fundadores da coletânea Cadernos Negros e acumula prêmios por sua atuação literária. Atua como consultor, revisor e palestrante. 

Onde encontrar: InaLivros

 

11) MUITO COMO UM REI

 

contos negros - Muito como um Rei

De forma direta, Fábio Mandingo aborda as violências, amores não correspondidos, feridas e poucas alegrias nos contos de Muito como um Rei. Seu retrata as suas vivências nas periferias de Salvador.

Fábio Mandingo 2

Sobre a autor: Fábio Mandingo aprendeu a fazer ele mesmo, ao som do punk rock, virou homem na Capoeira e no Axé.  Pós-graduando em História Social do Negro. Publicou os livros de contos: Salvador Negro Rancor (2011), Morte e vida Virgulina (2013) e Muito como um rei (2015).

Onde encontrar: InaLivros


Ufa! Quanta coisa boa. A seleção que fizemos apresenta diversas interpretações e olhares sobre as vivências da população negra. Esperamos ter auxiliado a ampliar o olhar sobre novas escritas e abordagens sobre a produção literária de autores negros.  Outros livros de contos negros podem ser encontrados em nossa  loja virtual.

E se você chegou até aqui em nossa listinha, não custa nada nos dizer um que você já leu. Ou até mesmo nos indicar outros livros e autores. Vamos lá, é rapidinho…

Veja Também:

45 livros de autoras e autores negros lançados em 2016 (+ 10 Bônus)

45 livros de autoras e autores negros

O ano de 2016 vai deixar saudades para alguns, outros tentarão esquecê-lo, mas nós da InaLivros precisamos registrar as maravilhas que ele trouxe. Com isso, elencamos uma série de títulos que nasceram durante a sua passagem. Não é de hoje que a produção das autoras negras e negros brasileiros vem crescendo. Fique com o levantamento produzido  pela InaLivros para que você tome conhecimento das novidades e relembre os títulos lançados ou reeditados ao longo de 2016. Tem literatura para todos os gostos.  Agora é com você!

 

JANEIRO

 

1. O Sabá do Sertão – feiticeiras, demônios e jesuítas no Piauí Colonial (1750 – 1758)

saba-do-sertao-carolina-rocha

 

Autora: Carolina Rocha

Gênero: História

Onde encontrar: Paco Editorial

 

 

 

 

2. Tudo Eu! – confissões de uma mãe sincera

tudo-eu-elisama

 

Autora: Elisama Santos

Gênero: Maternidade, Mulheres e Família

Onde encontrar: Blog Tudo Eu

 

 

 

3.  Des in teiro

desinteiro-guell

 

Autor: Guellwaar Adún

Gênero: Poesia

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

 

 

4. Xirê – a brincadeira lírica

xire-du-oliveira

 

Autor: dú oliveira

Gênero: Poesia

 

 

 

 

 

 

 

5. Em reticiências

em-reticencias-thata

 

Autora: Thayaneddy Alves

Gênero: Poesia

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 


 

FEVEREIRO

 

6. Bucala – a pequena princesa do quilombo Cabula

bucala-davi-nunes

 

Autor: Davi Nunes

Gênero: Infantil

Onde encontrar: InaLivros

 

 


 

MARÇO

7. Atlântico Dor – poemas 1979-2014

atlantica-dor-abelardo

 

Autor: Abelardo Rodrigues

Gênero: Poesia

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

8. Chica da Silva – romance de uma vida

chica-da-silva-joyce

 

Autora: Joyce Ribeiro

Gênero: Romance

 

 

 

 

 

 9. Negra nua crua

nua-crua-mel-duarte

 

 

Autora: Mel Duarte

Gênero: Poesia

 

 

 

 

 

 10. Casa de Portugal

casa-de-portugal-sergio

 

Autor: Sérgio Ballouk

Gênero: Contos

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

 11. Sopapo Poético

sopapo-poetico

 

Autoria: Produção Coletiva (vários autores)

Gênero: Poesia

 

 

 

 

 

12. Quilombololando

quilombolando-heloisa

 

Autora: Heloísa Pires Lima

Gênero: Infantil

 

 

 

 


 

ABRIL

 13. Terça Afro – Território de Afetos

territorios-afeto-terca-afro

Autoria: Produção Coletiva (vários autores)

Organização: Whellder Guelewar e Ana Carolina de Jesus

Gênero: Ensaios

Onde encontrar: InaLivros

 

* O livro acompanha um DVD.

 

 


 

MAIO

 14. Carro de Êxito

carro-exito-oswaldo

 

Autor: Oswaldo de Camargo

Gênero: Contos

Onde encontrar: InaLivros

 

 

*Reedição do livro lançado originalmente em 1972.

 

 

15. Guardei no armário – a experiência de um jovem homossexual, negro e ex-evangélico na sétima maior cidade do mundo

guardei-no-armario-sidnei

 

Autor: Samuel Gomes

Gênero: Romance

Onde Encontrar: InaLivros

 

 

 

 

16. Mundo Cor-de-rosa

mundo-cor-rosa-roberta-martins

 

Autora: Roberta Martins

Gênero: Infantil

 

 

 

 


 

JUNHO

 

17. Mãos de Godê

maos-de-gode-binho

 

Autor: Binho Cultura

Gênero: Infantil

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

 18. Sobre-Viventes!

sobre-viventes-cidinha

 

Autora: Cidinha da Silva

Gênero: Crônica

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

 

19. Histórias de leves enganos e parecenças

historias-leves-enganos-conceicao

 

Autora: Conceição Evaristo

Gênero: Contos

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

 

 20. Meu pai vai me buscar na escola

meu-pai-vai-me-juniao

 

Autor: Junião

Gênero: Infantil

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 21. Lino Guedes – seu tempo e seu perfil

lino-guedes-oswaldo

 

Autor: Oswaldo de Camargo

Gênero: Ensaio

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

 

22. A(r)mada Negra – Poemas

armada-negra-sidney

 

Autor: Sidney de Paula Oliveira

Gênero: Poesia

Onde encontrar: Quilombhoje

 

 

 

 


 

JULHO

 23. Carolina

carolina-sirlene

 

Autores: Sirlene Barbosa e João Pinheiro

Gênero: História em Quadrinhos

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

 24. Muzimba – na humildade sem maldade

muzimba

 

Autor: Akins Kintê

Gênero: Poesia

Onde encontrar: InaLivros

 

* Capa da segunda edição lançada em dezembro/2016 com adição de alguns poemas.

** Acompanha CD.

 

 25. Terra de Gente

terra-de-gente-ras-sidmas

 

Autor: Rás Sidmar

Gênero: Contos

 

 

 

 


 

AGOSTO

 26. Rapistórias – crônicas da cultura de rua

rapistorias-edson-sousa

 

Autor: Edson de Souza

Gênero: Crônicas

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

 27.Encruzilhada

encruzilhaa-marcelo

 

Autor: Marcelo d’Salete

Gênero: História em Quadrinhos

Onde encontrar: InaLivros

 

*Reedição

 

 


 

SETEMBRO

 28.Água Negra e Outras Águas

agua-negra-e-outras-historias

 

Autora: Lívia Natália

Gênero: Poesia

 

 

 

 

 


 

OUTUBRO

 29. Contos Escolhidos

contos-escolhidos-cuti

 

Autor: Cuti

Gênero: Contos

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

 30. Letra e tinta – 10 contos vencedores do Prêmio Malê de Literatura

letra-tinta

 

Autoria: Produção Coletiva (vários autores)

Gênero: Contos

Onde encontrar: Malê

 

 

 

31. Mulheres Incríveis

mulheres-incriveis-elaine

 

Autora: Elaine Marcelina

Gênero: Contos, Poesias e Depoimentos

Onde encontrar: InaLivros

 

 

* Reedição revista e reorganizada.

 

 

32. Primavera – tetralogia das estações

primavera-naiara

 

Autora: Naiara Paula

Gênero: Romance

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

 


 

NOVEMBRO

 33. Canções de Amor e Dengo

cancoes-amor-dengo-cidinha

 

Autora: Cidinha da Silva

Gênero: Poeaia

 

 

 

 

 34. O tapete voador

 

Autora: Cristiane Sobral

Gênero: Contos

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

 35. Esboços de um tempo presente

esboc%cc%a7odeumtempopresente-rosane

 

Autora: Rosane Borges

Gênero: Ensaios

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

 

 36. De lágrimas, revides e futuros

de-lagrimas-revides-e-wagner

 

Autor: Vagner Souza

Gênero: Poesia

Onde encontrar: Wagner Souza

 

 

 

 

 37. Reza de Mãe

reza-de-mae-allan-rosa

 

Autor: Allan da Rosa

Gênero: Contos

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

 

38. Histórias de Sacis

historias-de-sacis

 

Autoria: Produção Coletiva (vários autores)

Organização: Egídio Trambaiolli Neto

Gênero: Contos infantojuvenil

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

39. Entrando no clima – chuva, chuvica, chuvarada e outras meteorologices

 

entrando-no-clima-maju

 

Autora:  Maju Coutinho

Gênero: Ambiental

 

 

 

 

 

 


 

DEZEMBRO

 40. As coisas simples da vida

coisas-simples-da-vida-elaine-marcelina

 

Autora: Elaine Marcelina

Gênero: Infantil

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

41. Insubmissas Lágrimas de Mulheres

insubmissas-lagrimas-mulheres-conceicao

 

Autora: Conceição Evaristo

Gênero: Poesia

Onde encontrar: InaLivros

 

*reedição

 

42. {Re} Olhar – acolhendo quem somos e os filhos que temos

reolhar-elisama-santos-2

 

Autora: Elisama Santos

Gênero: Maternidade, Mulheres e Família

Onde encontrar: Blog Tudo Eu

 

 

 

 

43. Lendas de Dandara

lendas-de-dandara-jarid-arraes

 

Autora: Jarid Arraes

Gênero: Fantasia

 

 

 

 

 

44. Eu Não Quero Flores de Plástico

eu-nao-quero-flores-de-plastico-ana-cruz

 

Autora: Ana Cruz

Gênero: Poesia

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

 

45. Cadernos Negros volume 39 – Poemas afro-brasileiros

cadernos-negros-39

 

Autoria: Produção coletiva (vários autores)

Organização: Esmeralda Ribeiro e Márcio Barbosa

Gênero: Poesia

Onde encontrar: Quilombhoje

 

 

 


E aí, gostou? Até aqui apresentamos os 45 livros que autoras e autores negros publicaram de norte a sul do país. Mas a gente sempre quer mais, não é mesmo? De agora em diante, acompanhe a nossa lista  BÔNUS com 10 livros de escritoras e escritores negros africanos e na diáspora que foram lançados no Brasil em 2016!

ESTRANGEIROS

1. Mulheres, Raça e Classe

mulheres-raca-classe-angela

 

Autora: Angela Davis

Gênero: Ensaios

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

2. Casa de Palavras – Uma história de amor

casa-de-palavras-rebeca-walker

 

Autora: Rebecca Walker

Gênero: Romance

 

 

 

 

3. Voltar para casa

voltar-para-casa-toni-morrisson

 

Autora: Toni Morrison

Gênero: Romance

 

 

 

 

4. Sem gentileza

sem-gentileza-futhi

 

Autora: Futhi Ntshingila

Gênero: Romance

 

 

 

 

 

5. Sangue negro

sandre-negro-noemia

 

Autora: Noémia de Sousa

Gênero: Poesia

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

6. O Pomar das almas perdidas

pomar-das-almas-perdidas-mohamed

 

Autora: Nadifa Mohamed

Gênero: Romance

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

 

7. O Grande Encontro

grande-encontro-maria-celestina

 

Autora: Maria Celestina Fernandes

Gênero: Infantil

 

 

 

 

8. Orgia dos Loucos

orgia-dos-loucos-ungulani

 

Autora:Ungulani Ba Ka Khosa

Gênero: Contos

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

9. Má Feminista

ma-feminista-roxane-gay

 

Autora: Roxane Gay

Gênero: Ensaios

 

 

 

 

 

10. O regresso do morto

regresso-do-morto-suleiman-cassamo

 

Autor: Suleiman Cassamo

Gênero: Contos

Onde encontrar: InaLivros

 

 

 

 

 


Agora sim! Listamos 55 lançamentos literários no Brasil com autoria negra. Sem dúvidas, essa lista é apenas uma parcela do que foi publicado por autoras e autores negros neste ano. Nada mal não é? Se você já conhece algum desses títulos ou lembra de outros lançamentos do ano que não estão listados, deixe seu comentário.

Quer conhecer mais livros de autoria negra? Acesse a loja virtual da InaLivros: www.inalivros.com

 

Veja Também:

Projeto 100 meninas negras

A InaLivros e o blog A mãe preta iniciaram em janeiro o projeto 100 meninas negras. O objetivo é listar 100 livros infantis com meninas negras em posição de destaque, valorizando o protagonismo feminino negro na literatura infantil e dando visibilidade a essas obras.

É frequente em nossa banca itinerante observarmos reações de surpresa  ao verem a variedade de títulos de literatura infantojuvenil com protagonismo negro que disponibilizamos. Muimagem 2 - 100MNitos títulos, desconhecidos pelo grande público, são sucessos de vendas assim que descrevemos a história para os leitores-clientes.

Paralelo a isso, recebemos frequentes mensagens de pedidos de indicações de livros infantojuvenis para falar com crianças negras diferentes questões, em geral ligadas à elevação da autoestima e a autoaceitação.  E sempre respondemos indicando um livro específico ou elaborando pequenas listas de dicas.

O projeto 100 meninas negras deriva dessas ações que já realizamos pontualmente de indicação de obras literárias com protagonismo negro. A partir da iniciativa do projeto, estamos catalogando diferentes iniciativas de valorizar o protagonismo feminino negro na literatura infantil e compartilhando essa informação para que ela alcance ainda mais pessoas.

imagem 1 - 100MNAtualmente, o projeto já foi notícia em diferentes mídias. Participamos do programa Ciência &Letras do Canal Saúde da Fiocruz, que foi especialmente dedicado ao 100 meninas negras.  E o programa pode ser visto aqui: Ciência & Letras.

Além disso, fomos assunto em programas de rádio pelo país, e se vocês quiserem ouvir, podem acessar a reportagem da rádio UFMG Educativa  e da rádio ECB Nacional da Amazônia.

Nos portais, saímos no CEERT, no Geledés, no Catraquinha e muitos outros que replicaram as entrevistas concedidas ao jornal O tempo, ao portal Aprendiz e à rede EBC.  O portal Avosidade e o site Homo Literatus também fizeram matérias interessantes citando o nosso projeto. E algumas matérias foram traduzidas para o inglês e publicadas em sites como Black Women of Brazil e RYSE.

E nesse processo de alcançar cada vez mais espaços, nos deparamos com iniciativas parecidas, com a da menina Marley Dias, dos EUA, que está recolhendo 1000 livros infantis com meninas negras para doar para uma escola na Jamaica, e hoje já conta com um acervo de 4 mil obras! Vemos que esse é um movimento de busca por representatividade e que está acontecendo em diversas partes do mundo. E é muito gratificante estarmos inseridos nisso.

Imagem 3 - 100MN 100 meninas negras

O mais interessante é a repercussão é a lista está alcançando entre educadores e pais de crianças negras. Estamos recebendo muitas mensagens de incentivo e de sugestões de títulos. Além disso, muitas editoras estão entrando em contato para colaborar com o projeto, enviando livros para o acervo que será levado para escolas, parques e centro culturais para atividades de mediação de leitura.

O projeto está crescendo, e estamos muito felizes em poder contribuir para divulgação e formação de educadores para a diversidade. A InaLivros está à disposição para apresentar esse acervo em escolas e espaços de circulação de crianças e educadores, seja através de palestras ou de oficinas de mediação de leitura e desenvolvimento de atividades educativas a partir desse acervo. Questões sobre autoestima, representatividade, diversidade, africanidades, pluralidade cultural e muito mais podem trabalhadas a partir desses material. Para saber mais, entre em contato conosco pelo e-mail contato@inalivros.com.br.

E para dicas e contribuições com doação de livros para o acervo do projeto, entre em contato diretamente com a Lu no email lubento@amaepreta.com.br.

A maioria dos livros listados no projeto consta do catálogo da InaLivros. Para adquirir algum desses títulos, acesse a nossa loja virtual: InaLivros

Veja Também:

InaLivros listas – 7 livros infantis com heroínas negras

LISTA.HEROÍNAS.FB

Nossas heroínas são mulheres do passado e do presente. São nossas ancestrais e nossas filhas.  São reais e imaginárias. Nessa lista, destacamos 7 livros voltados ao público infantojuvenil com heroínas negras para inspirar  e encantar crianças e adultos.

1- Zacimba Gaba  – a princesa guerreira

zacimba gaba - heroinas negras Nessa história, Zacimba Gaba, uma princesa africana que veio escravizada pro Brasil, ajuda seus amigos a fugirem do cativeiro e alcançar a liberdade.

 

Ficha Técnica

Autora: Noélia Miranda

Ilustrador: Gió

Onde encontrar: InaLivros


 

2- As Gueledés – a festa das máscaras

as gueledésUm livro sobre o poder de luta da mulher africana narrado através das histórias de grandes mães africanas. Heroínas negras representadas nas máscaras africanas e que podemos notar suas influências em nosso dia-a-dia.

Ficha Técnica

Autor: Raul Lody

Ilustrador:Raul Lody

Editora: Pallas

Onde encontrar: Inalivros


 

3- Martin e Rosa – Martin Luther King e Rosa Parks unidos pela igualdade

 arte_MartinERosa_f.inddEsse livro conta a história de Martin Luther King e Rosa Parks na luta pelos direitos civis e pela igualdade entre as pessoas no contexto norte-americano. Ele narra a  história de Rosa Parks, uma heroína real que ousou desafiar a segregação que os negros sofreram no sul dos Estados Unidos em meados dos anos 50.

Ficha Técnica

Autor: Raphaële Frier

Tradutor: André Telles

Ilustrador: Zaü

Editora: Zahar

Onde encontrar: InaLivros


4- Cleópatra – a rainha dos reis

cleopatra - heroinas negrasQuase toda criança passa por uma fase de encantamento com o Egito Antigo. Cleópatra  é uma heroína negra que sempre exerce esse fascínio. Nesse livro, é possível ter uma breve visão sobre o Egito de Cleópatra e sua história como grande estadista.

Ficha Técnica

Autora: Fiona MacDonald

Ilustrador: Chris Molan

Tradutor: Augusto Pacheco Calil

Editora: Companhia das Letras

Onde encontrar: InaLivros


 5- Mãe Dinha

mãe dinhaEsse livrinho conta a história de uma mulher que, com muito amor, cria seus filhos e netos. Uma poética homenagem aos saberes dos nossos mais velhos.

Ficha Técnica

Autora: Maria do Carmo Galdino

Ilustrador: Rubem Filho

Editora: Mazza Edições

Onde encontrar: InaLivros


6- Betina

 BETINABetina é uma linda história sobre o amor entre uma neta e sua avó, tendo como foco o nosso cabelo e os saberes tradicionais. Nos trazendo uma história de heroínas negras do cotidiano, essa livro é  um abraço de pura autoestima para meninas e mulheres negras.

Ficha Técnica

Autora: Nilma Lino Gomes

Ilustradora: Denise Nascimento

Editora: Mazza Edições


7- A Pérola mais negra

a pérola mais negra - heorinas negrasEste livro narra a bela história de uma mulher quilombola que venceu todos os preconceitos e conseguiu se tornar prefeita de sua cidade e melhorar as condições de vida do seu povo. Uma história que ressalta a garra  e a coragem dessa heroína negra na busca pelos seus ideias.

Ficha Técnica

Autor: Oscar Henrique Cardoso

Editora: Cidadela

Onde encontrar: InaLivros.


Todos esses livros vocês encontram na banca da InaLivros. Confira a nossa agenda e saiba onde nos encontrar. Ou em nossa loja virtual.

Veja Também:

InaLivros listas – 10 Livros de  Autoras Negras

inalivroslistas1-autorasnegras

Esse mês, o Dicas de Livros traz uma lista de livros publicados por autoras negras.

1- Mulher Mat(r)iz de Miriam Alves

mulhermatriz

É uma coletânea de textos publicados ao longo de 23 anos de vida literária. São contos que falam sobre o universo da mulher negra, focando em suas várias possibilidades de vivências e afetividades.

mirianalves

Sobre a autora: Miriam Alves é escritora e poeta com uma longa trajetória literária. Fez parte da Quilombohoje, pelo qual publicou diversos textos em prosa e poesias. Participa freqüentemente de debates e palestras em universidades nacionais e estrangeiras com temas vinculados às questões da afro descendência no campo literário com ênfase especial a afro literatura feminina.

Saiba mais: facebook |site


2- Cartas para a minha mãe de Teresa Cárdenas

cartasparaminhamae

Um livro pequeno e arrebatador. Teresa Cárdenas conta a história de uma menina que escreve cartas para sua mãe morta. Um romance emocionante sobre perdas irreparáveis e sobre o poder restaurador do amor e do autorrespeito. Uma narrativa que nos mostra um pouco da vida de mulheres negras em Cuba.

Sobre a autora: Teresa Cárdenas é uma premiada autora cubana, destaque da nova geraçteresacardenasão de autores da ilha. Recebeu o prêmio Casa das Américas, o prêmio David e o prêmio nacional cubano da Crítica Literária. Além de escritora, é uma bailarina renomada e contadora de histórias.

Saiba mais:


3- Palmas e vaias de Sonia Rosa

palmasevaias

Uma delicada narrativa sobre as transformações da adolescência e sobre como o amor, o carinho e a atenção da mãe pode ser uma ferramenta para ajudar na superação das dificuldades cotidianas.

soniarosa

Sobre a autora: Sonia Rosa é uma  escritora que se destaca principalmente pelos livros infanto-juvenis. Premiada no Brasil e no exterior, Sonia tem vários livros infantis, sempre valorizando a cultura e estética negra e a diversidade. Além de escritora, é contadora de histórias, pedagoga e professora da rede municipal de ensino do Rio de Janeiro.

Saiba mais: facebook | site 


4- Só as mulheres sangram de Lia Vieira

sóasmulheressangram

Este livro de contos procura revelar diversos aspectos do cotidiano dos negros, em especial, das mulheres negras. O livro é uma verdadeira “celebração à mulher que doí a dor de ser”, como descreve a autora.liavieira

Sobre a autora: Lia Vieira é escritora e doutora em educação, com uma longa trajetória literária e diversas obras publicadas. Possui vários textos publicados, tanto em livros individuais, como em coletâneas como a Cadernos Negros.


5- A garota que queria mudar o mundo de Cinthya Rachel

agarotamudaromundo

Neste livro, Cinthya Rachel conta a história de uma menina negra que quer um mundo melhor e tenta descobrir uma forma de mudar o mundo. Numa disputa de uma gincana no colégio ela encontra um caminho para entender as questões que a afligem.

Sobre a autora: Cinthya Rachel é atriz, famosa pela personagem Biba do Castelo Ratimbum ( TV Cultucynthiara), também é repórter e blogueira, além de escritora.

Saiba mais: facebook | site


6- A união faz a força – expressões do mito familiar em famílias negras de Reimy Solange Chagas

a união faz a força

Este livro, resultado da pesquisa de mestrado em psicologia da autora, é um estudo profundo sobre os aspectos psicológicos de famílias negras na contemporaneidade. Ele analisa como o mito familiar, sob a forma do segredo de família, está imbricado em questões sociopolíticas que muitas vezes desaguam em silenciamentos que são transmitidos psíquica e geracionalmente.

Sobre a autora: Reimy é psicóloga clínica e social, especialista, mestra e doutora em Psicologia Social pela PUC-SP.

Saiba mais:  lattes


7- A candidata de Vera Duarte

a candidata

A Candidata é uma obra que remonta à história da libertação do povo cabo-verdiano com base numa perspectiva feminina.

Sobre a autora: Vera Duarte é autora e jurista caboverdiana. Ativista dos direitos da mulher, umaveraduarte das mais proeminentes vozes de Cabo Verde.

Saiba mais: wiki 


8 – O Mundo Black Power de Tayo de Kiusam de Oliveira

mundobpdetawo

Essa é a história de uma menininha de 6 anos que gosta de brincar, adora animais e se orgulha da sua negritude, principalmente de seu black power. Ela enfeita  seu cabelo dos mais variados e criativos jeitos: com cordões, estrelas, laços e às vezes livre e vasto como o universo.

Sobre a autora: Kiusam de Oliveira é uma ativista feminista e do movimento negro. É uma artikiusamdeoliveirasta multimídia: escritora, atriz, contadora de histórias, bailarina, coreógrafa, professora de danças afro-brasileiras. Pedagoga, mestra em Psicologia e doutora em Educação pela USP. E também é Orientadora Espiritual (Iyalorixá) através do jogo de búzios e numerologia africana.

Saiba mais: facebook | site | lattes


9- A bailarina da bolha de sabão de Maria Gal

abailarina

Maria é uma menina que sonha em ser bailarina. Mas algumas pessoas dizem que ela não se parece com uma bailarina por isso não pode ser uma. Mesmo diante do preconceito, Maria tenta encontrar meios de mudar a si própria para realizar o seu sonho até que ela descobre que não é ela que precisa mudar, e sim as pessoas que a discriminam.mariagal

Sobre a autora: Baiana de Salvador, Maria Gal é, além de escritora, atriz e bailarina.

Saiba mais: site


10- Olhos d’água de Conceição Evaristo

olhosdagua

Nesse livro, Conceição Evaristo aborda com muita delicadeza e profundidade questões que envolvem  mulheres. è um livro que conta histórias de mães, muitas mães. E também filhas, avós, amantes, homens e mulheres. Sempre com um olhar atento para   seus vínculos e dilemas sociais, sexuais, existenciais, numa pluralidade e vulnerabilidade que constituem a humana condição.

Sobre a autora: Conceição Evaristo é mestra em Literatura Brasileira pela PUC-Rio, e doutora em conceição evaristoLiteratura Comparada pela Universidade Federal Fluminense. Professora, pesquisadora e referência em literatura negra brasileira. Seus livros já foram traduzidos para diversas línguas.

Saiba mais: lattes | facebook

Todos esse livros vocês encontram na InaLivros.

Veja Também:

Akin Kundelea

IKA-01(1)

Akin Kundelea por Rodrigo Candido.

Meu nome é Akin Kuendelea. Mas pode me chamar de Akin Delea. Meu nome significa o “Guerreiro Persistente”. E é isso mesmo. Vou explicar: Eu já nasci três vezes. Não acredita? Então, preste atenção.

Na primeira vez que cheguei aqui, dei de cara com um moço que não me deixou cair numa piscina que tava com a água muito suja (podem ler privada). Ainda bem! Ele me pegou e vi uma moça que conversava comigo quando ainda estava dentro da barriga. Mas acho que eu ainda num tava muito preparado. Alguma coisa estranha aconteceu e eu tive que voltar para onde estava antes de chegar na barriga dela.

Na segunda, eu tava sentindo que ia sair numa boa, mas saí mais uma vez antes da hora. Dei de cara com aquela moça de novo e cheguei a conclusão que ela era a mamãe. Quem estava lá era uma senhora que devia ser a mãe da mamãe, minha avó. Que vontade de brincar com ela! O moço que eu vi da outra vez e que devia ser o papai, não estava. Mas eu saí muito novinho de novo e tive que voltar ‘praquele’ lugar chato mais uma vez.

Agora, num tem prá ninguém! Já esperei muito e tive que dar a vez para umas outras pessoinhas virem no meu lugar. Resolvi mudar a estratégia e ao invés de sair da barriga da mamãe, segui uns conselhos que me deram.

Foi assim:  um moço conhecido do papai, tava fazendo uns desenhos pra ele. Ele tava meio sem inspiração, meio entediado e de repente, sem conseguir fazer com que as ideias evoluíssem, começou a rabiscar umas bolinhas numa folha de papel. E ele ficava falando vem Akin, vem Akin. Eu tava adormecido, mas ao me evocar, percebi que ainda dava pra tentar mais uma vez. Abri os olhos, vi a claridade que passava pelos buraquinho que fazia no papel, escolhi uma qualquer e não conversei. Me espreguicei e pulei.

Dei de cara com um moço que não era o papai. Ele ficou me olhando, meio surpreso, coçou os olhos, ficou ali me espreitando sem acreditar no que via. Não conseguia compreender que eu estava ali estático naquela folha, ligou para alguém, contou o que havia acontecido e eu ali parado, olhando pra ele, sem movimento qualquer. Quando começou a me descrever para a pessoa do outro lado, que falou alguma coisa que o fez perder parte do espanto com a obra recém forjada. Aí, ele foi me pintando com um pincel, foi me dando algumas formas, fez cosquinhas e conforme eu ia me tornando o que vocês estão vendo, foi relaxando. Até que me prensou numa máquina que lançou uma luzinha na minha cara e eu fui parar dentro de um computador, na tela, ele fez alguma mágica que apertou uma tecla e prum…

Passei por num monte de fios e fui parar numa tela que me fez dar de cara com aquele moço que eu tinha visto da primeira vez, quando vim pra cá. Num dava pra me mexer, mas eu via tudo. Olha como ele tá diferente! Num tá barbudo e os dreads tão bem maiores! E olha aquelas duas pequenininhas ali no chão brincando. Quem são elas? Ah, devem ser as que vieram depois de mim. Ah, no sofá tá a mamãe, eu lembro dela. Olha como ela tá bonitona!

Essa foi a história de como cheguei a esse mundo. Agora, tô sentindo que eu vim pra ficar. Tenho dois pais, uma mãe e duas irmãzinhas. E a minha função aqui, não sei bem ao certo, mas eu acho que vai ser a de te guiar nas coisas que a mamãe e o papai leem pra mim antes de mimi. Me aguardem.

 

 

Veja Também: